CAMPANHA DE RESTAURAÇÃO DA SEDE DO IPCN!

CAMPANHA DE RESTAURAÇÃO DA SEDE DO IPCN!
VOCÊ TAMBÉM PODE PARTICIPAR! Comunique sua doação pelo e-mail: ipcn_ipcn@yahoo.com.br - Clique na imagem acima e VISITE O BLOG DA RECUPERAÇÃO DO IPCN.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Milton Gonçalves & Nei Lopes coordenam SEMINÁRIO AFRO no SESC Tijuca


III SEMINÁRIO INSERÇÃO E REALIDADE
03 e 04 de novembro
SESC TIJUCA - Teatro I
ENTRADA FRANCA

Rua Barão de Mesquita, 539 - Tijuca - Rio de Janeiro
Informações e inscirções:
www.festivalafro.com.br

PROGRAMAÇÃO:
03 de novembro de 2009
9h30 às 12h - 1ª Mesa:
EDUCAÇÃO: ACESSO TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS
O acesso à educação é um fator fundamental para o alcance de melhores oportunidades e rendimento no mercado de trabalho. Ampliar o acesso à educação constitui um poderoso agente de inclusão social e promoção da igualdade. No início do século XXI, mais da metade da população negra adulta tinha menos quatro anos de estudo do que os brancos. Quais as políticas públicas que efetivamente contribuem para a diminuição das desigualdades? Que outras medidas podem beneficiar a população negra em curto prazo?
*Moema de Poli Teixeira
(cientista social, pesquisadora titular do IBGE,trabalhando em temas como ensino superior, indicadores sociais, cor da população, políticas públicas e identidade racial)
*Helena Theodoro
(pedagoda, pesquisadora de cultura popular brasileira e de políticas públicas na diáspora africana
*Kabengele Munanga
(antropólogo, titular da faculdade de Filosofia da USP, vice-diretor do Centro de Estudos Africanos e do Museu de Arte Contemporânea)
_____________________________________________________
INTERVALO PARA ALMOÇO
_____________________________________________________
14h às 16h30 - 2ª Mesa:
MERCADO DE TRABALHO E DISTRIBUIÇÃO DE RENDA
As disparidades de renda entre negros e brancos. As diferenças de remuneração, a restrição de oportunidades e as propostas para mudanças. Soluções e barreiras que dificultam a mobilidade social e econômica da população negra. Inserção nas novas qualificações profissionais: informática, energia sustentável, cultura digital.
*Mário Lisboa Theodoro
(economista, diretor de Estudos, Cooperação Técnica e Políticas Internacionais do IPEA, atuando em temas como mercado de trabalho, inclusão social e políticas sociais)
*Carlos Alberto Medeiros
(historiador, com experiência em temas como escravidão, história regional, hierarquia social e pensamento brasileiro)
*Ciro Torres
(especialista em Responsabilidade Social do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas - IBASE)
_____________________________________________________

4ª feira, 04 de novembro de 2009
10h às 12h - 3ª Mesa:
REESCREVENDO A HISTÓRIA DO BRASIL
A história do Brasil contada a partir de uma visão eurocentrista, e os mitos e distorções por ela criados. O reconhecimento da cultura negra e da contundente participação dos afro-descendentes na construção e formação da identidade brasileira. A história negra como matéria obrigatória no currículo escolar. A história e a cultura afro-brasileiras na visão dos seus próprios cidadãos.
*Joel Rufino dos Santos
(historiador, escritos e uma das maiores referências em história africana e afro-brasileira no país)
*Hiram da Costa Araújo
(médico e pesquisador de Carnaval, diretor cultural da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro)
*Lígia Santos
(advogada, museóloga, pesquisadora de cultura popular brasileira e
presidente de honra do Clube da Maior Idade)
_______________________________________________________
INTERVALO PARA ALMOÇO
_______________________________________________________
14h às 16h - 4ª Mesa:
A SAÚDE DO BRASILEIRO
A saúde no Brasil: a mestiçagem e os aspectos decorrentes desse encontro. Doenças de maior incidência entre afro-descendentes: anemia falciforme, hipertensão arterial, infecção pelo vírus HTLV-1 e outras - tratamento, prevenção e diagnóstico. A fisiologia do afro-descendente e seu destaque em esportes que exigem explosão física, reflexo e maleabilidade. Doenças sexualmente transmissíveis e comportamento sexual do brasileiro. A maior ocorrência de gravidez na adolescência entre as afro-descendentes: fruto das desigualdades sociais e econômicas?
*Mara Ribeiro
(professora e coordenadora executiva do Fórum de Mulheres Negras do Estado do Rio de Janeiro - FEMN-RJ)
*José Moreira Pinto
(médico e psicólogo)
16h às 17h30 - 5ª Mesa:
POLÍTICAS E AÇÕES AFIRMATIVAS
*Ahyas Siss
(cientista social e coordenador e pesquisador do Laboratório de Estudos Afro-Brasileiros da UFRRJ)
*Elisa Larkin
(escritora, doutora em psicologia pela USP e presidente do Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros - IPEAFRO)
*Júlio Cesar Tavares
(antropólogo, membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFF)
_______________________________________________________

Evento integrante do

III Festival de MÚSICA, DANÇA e CULTURA AFRO-BRASILEIRAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário