CAMPANHA DE RESTAURAÇÃO DA SEDE DO IPCN!

CAMPANHA DE RESTAURAÇÃO DA SEDE DO IPCN!
VOCÊ TAMBÉM PODE PARTICIPAR! Comunique sua doação pelo e-mail: ipcn_ipcn@yahoo.com.br - Clique na imagem acima e VISITE O BLOG DA RECUPERAÇÃO DO IPCN.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Craque Brasileirão 2009: Andrade, do Flamengo, é o melhor técnico

Símbolo do campeão brasileiro de 2009, o técnico Andrade foi eleito, nesta 2ª feira (07.12) o melhor treinador no Prêmio Craque do Brasileirão, evento organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O Tromba, como é conhecido, assumiu o Flamengo durante a competição e conseguiu uma arrancada surpreendente até chegar ao título.
Ele foi o responsável pelo fim da hegemonia de Muricy Ramalho, que ganhara todos os prêmios até então. Em segundo lugar ficou Silas, que levou o Avaí ao sexto lugar. Celso Roth, do Atlético-MG, ficou em terceiro lugar. O Galo liderou a competição durante várias rodadas, mas não conseguiu manter o nível e acabou fora até da zona de classificação para a Libertadores.
Andrade [Jorge Luís Andrade da Silva, nascido em 21/04/1957, em Juiz de Fora (MG)], faz que nos sintamos orgulhosos, por mais esta conquista.
Consulta no site GELEDÉS

Foto Agência Estado

domingo, 6 de dezembro de 2009

Black Soul [ALMA NEGRA] - Martine Chartrand



Martine Chartrand, 2000, 9 min 47 sec
Uma animação que convida o espectador a mergulhar no coração da cultura negra em uma viagem rápida e divertida através dos lugares que marcaram a história desses povos. A história que uma senhora de idade com seu filho pequeno é desfilaram diante de nossos olhos uma série de quadros pintados diretamente abaixo da câmera, que acompanha a criança nas pegadas de seus antepassados.
Aqui postado por indicação de ANA FELIPPE, Memorial Lélia Gonzalez - Continente Africa

Ação Civil Pública em Uberlândia (MG) exige cumprimento da Lei nº 10.639

Uma decisão inédita do Ministério Público em Uberlândia levou a Ouvidoria da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR) a alertar aos gestores públicos de todo o país sobre o risco do descumprimento da Lei nº 10.639/03, que prevê o ensino da história da cultura africana e afro-brasileira em todas as escolas públicas e privadas, no ensino fundamental, médio e superior.
Trata-se da ação civil pública (processo nº 702.09.562589-0), ajuizada pelo promotor de Justiça Jadir Cirqueira de Souza, na qual denuncia a Prefeitura de Uberlândia e o Estado de Minas Gerais. O principal motivo é o não cumprimento da lei federal, uma das primeiras assinadas pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e que representa um marco histórico na agenda brasileira de combate à discriminação racial. O promotor solicita, entre outras providências, a devida capacitação do corpo docente e a inclusão no orçamento de verbas específicas para o custeio do material pedagógico necessário, sob pena de multa.

Na ação, Jadir Cirqueira de Souza ressalta que "enquanto os administradores públicos privilegiarem os aspectos meramente administrativos, em detrimento da educação dos alunos em sala de aula, o Brasil continuará equivocando-se na educação, repetindo erros históricos. É preciso iniciar novo ciclo educacional".

"Esperamos que o caso de Uberlândia sirva de exemplo e que o Ministério Público continue atuando em cada um dos 5.463 municípios brasileiros, seja por meio de Termos de Ajustamento de Conduta (TACs) ou de ações civis públicas", afirma o ouvidor da SEPPIR, Humberto Adami Jr. Ele lembra que a iniciativa surgiu a partir da mobilização de entidades dos movimentos sociais negros, que em 2005 fizeram representação à Procuradoria Geral da República.

Na avaliação do ouvidor, o não cumprimento da lei implica na possibilidade de suspensão do repasse do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) aos estados e municípios que se omitirem diante da legislação. E mais: os gestores públicos podem também ser enquadrados no crime de responsabilidade.

Além de ter promovido neste último semestre seminários regionais para capacitação dos gestores públicos e educadores nas cidades de Campo Grande (MS), Rio de Janeiro (RJ), Belém (Pará) e Curitiba (PR), a SEPPIR planeja um evento nacional para fazer um balanço das exigências curriculares para a efetiva implementação da lei.

Clique AQUI e saiba mais sobre a implantação da lei 10.639/03

Coordenação de Comunicação Social
Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial
Presidência da República

Esplanada dos Ministérios, Bloco A, 9º andar - 70.054-906 - Brasília (DF)
Telefone: (61) 3411-3659 / 4977

Recebido de Marcelo Reis, via e-mail.
Foto logbaoba